Resenha Literária: Enquanto eu te esquecia, Fah. B

Resenha Literária: Enquanto eu te esquecia, Fah. B

Quando eu era mais nova, lá pelos anos de 2011 talvez, eu criei uma obsessão por “Brilho eterno de uma mente sem lembranças” e o assisti mais vezes do que seria considerado saudável. No entanto, sempre pensei em como o ato de “apagar a memória” pode ser falho quando o sentimento é muito forte.

Ainda sim, livros e filmes com o tema da redescoberta após um episódio de amnésia me atrai bastante. Tentar decifrar o que os personagens farão à partir da perda – ou recuperação – da memória é algo que satisfaz bastante minha “mente investigativa”

De tal forma, não é de se espantar que minha atenção foi fisgada no exato momento em que “Enquanto eu te esquecia” da autora nacional Fah. B, apareceu na minha biblioteca, como sugestão do Kindle Unlimited.

Enquanto eu te esquecia

Eu comecei a ler “Enquanto eu te esquecia” em algum lugar do passado, logo após o término de “O que escolhemos esquecer” e por alguma razão que eu não me recordo – provavelmente a dona L.C deva ter lançado algo novo – eu o abandonei logo nos primeiros capítulos.

Que tola!

Não me recordo porquê o fiz pois não é uma leitura tediosa nem nada. É um livro envolvente, com escrita fácil e leitura bem rápida. Cenas bem descritas e uma alternância de passado e presente muito dinâmica.

Capa - Enquanto eu te esquecia
Capa – Enquanto eu te esquecia

“Enquanto eu te esquecia” conta a história de Melissa e Liam, um casal de noivos passando por um período conturbado na relação e logo no primeiro capítulo o coração aperta e chora com a discussão que leva ao grave acidente de Melissa.

Um ponto final sem mais, sem chances de explicações e assim na dúvida passam dois meses de agonia para Liam, que se sentia culpado pela noiva estar entre a vida e a morte, em coma no hospital.

Para alegria de todos Melissa acorda do coma. Apesar de dolorida e com algumas escoriações visíveis ela está viva. Que alegria! Liam poderia finalmente colocar os pingos nos “i’s” e seguir em frente… a menos que ela não se lembrasse de nada de antes de tê-lo conhecido.

um sentimento forte sobrepõe a memória?
Mulher com pensamentos anuviados
Mulher com pensamentos anuviados.

Sem reconhecer o noivo a história de Melissa e Liam fica em um empasse. Recomeçar? Continuar de onde pararam sem pensar no que os levaram à terminar? Deixar que o término repentino e sem explicações fique do jeito que estava sem mais feridas?

Certamente que não era uma decisão fácil, mas nada na vida de Melissa e Liam estava fácil desde antes do acidente horrível. E já que ela estava viva e algo dentro de si realmente a atraía em Liam não restava outra opção à não ser tentar.

Além da memória vazia, os mistérios que os assombram desde antes do acidente não os deixaram em paz na busca por respostas e entendimentos dos sentimentos novos e antigos que abraça o relacionamento de Melissa e Liam.

Tramas, chantagens, ciúmes e muito mais dentre os flashbacks e as novas vivências do casal o farão perceber que um novo amor pode surgir das cinzas das lembranças.

conclusões

“Enquanto eu te esquecia” é um livro intenso, com muitas reviravoltas e em certa parte você vai criar um ranço merecido da madrasta – má – do Liam. Entretanto as maldades dela não nos traz nenhum gatilho que eu possa destacar.

É uma leitura fluída e rápida, que te prende do começo ao fim com um clímax que surpreende e encanta. Os personagens são coerentes com o enredo e bem construídos, nos transportando para dentro da história sem dificuldade.

Recomendo à toda leitora que gosta do tema e aprecia um final feliz bem desenvolvido e cheio de emoção.


Espero que tenham gostado dessa resenha literária de “Enquanto eu te esquecia”, da Fah. B.

“Enquanto eu te esquecia” está disponível na Amazon e pelo Kindle Unlimited.

Amnésia não é sua praia? Não tem problema, confira a Resenha Literária: A Garota da Música, Karina Heid

Vejo você por aí…

Tchau!

Deixe um comentário